Ilha do Governador

UPA Pediátrica Ilha do Governador organiza horta orgânica

Espaço possibilita o cultivo de mais de cem espécies de vegetais, prevenindo doenças e contribuindo para a nutrição, sustentabilidade e integração com a comunidade

Em meio à preocupação com a nutrição de crianças e adolescentes, a já popularizada sigla UPA ganhou novo sentido na Unidade de Pronto Atendimento Pediátrico da Ilha do Governador. Trata-se da Unidade de Plantio Agroecológico – Jardim da Saúde. A unidade celebra o sucesso da iniciativa, que transformou parte do seu terreno em uma experiência com novos sabores para crianças, adolescentes e adultos de todas as idades, colaborando para a integração entre profissionais, pacientes e comunidade.

– O Jardim da Saúde reforça o compromisso da Secretaria de Saúde em implementar ações de promoção da alimentação saudável, da atividade física e de estratégias intersetoriais de prevenção e controle da obesidade infantil. O SUS traz essa visão holística da saúde com promoção de bem-estar – diz o enfermeiro Rafael Fornerolli, que coordena a Assessoria de Humanização da Secretaria de Estado de Saúde.

HIG 970×250

A horta foi idealizada pela diretora administrativa da UPA Ilha, Carla Pereira, e conta com um berçário de mudas, que recebe os cuidados de profissionais qualificados. O conhecimento de biólogos se une ao saber milenar indígena. No Jardim da Saúde, uma prática conhecida como “as três irmãs”, em que milho, feijão e abóbora são cultivados favorecendo uns aos outros, é adotada, sendo uma maneira eficaz de aproveitar o espaço, à beira da Baía de Guanabara.

O projeto já reúne mais de cem espécies catalogadas, entre plantas medicinais e comestíveis, e as crianças podem ajudar no cultivo e levar mudas para suas casas, adaptando as plantas ao espaço disponível, seja em seus quintais ou mesmo em vasos. A próxima conquista do Jardim da Saúde será uma composteira, para a transformação de material orgânico em adubo.

– A inclusão das crianças no projeto é fundamental pois a infância é um período da vida importante para construção de hábitos alimentares saudáveis e sustentáveis – diz a nutricionista Katiana Teléfora, coordenadora da área técnica de Alimentação e Nutrição da SES.

A nutricionista ressalta ainda a importância de práticas como esta, alinhadas às políticas públicas nacionais e regionais com o objetivo de estimular ambientes promotores da produção e do consumo de frutas, legumes e verduras, incluindo unidades de saúde. Vegetais orgânicos cultivados e colhidos na horta da UPA Ilha são usados no preparo de refeições, molhos, sucos e chás consumidos por pacientes e funcionários. Além disso, pacientes com diagnóstico de desnutrição também são beneficiados com o reforço nutricional a partir da colheita semanal.

A Assessoria de Humanização planeja agora disseminar a experiência do Jardim da Saúde pela rede estadual, incentivando também que os municípios criem hortas orgânicas em suas unidades que disponham de terreno disponível, pois a iniciativa faz parte dos projetos de sustentabilidade que compõem o planejamento estadual de saúde.

A UPA Ilha é a primeira UPA Pediátrica do estado do Rio de Janeiro e foi inaugurada em 2016, transformando-se em modelo para outros territórios. A unidade funciona 24 horas e atende pacientes de até 17 anos de idade. Por dia, realiza cerca de 200 atendimentos em seus quatro consultórios.

Fonte: Secretaria de Saúde

Etiquetas

Artigos relacionados

amateurfetishist.com tryfist.net trydildo.net
Fechar